O Sport Club do Recife repudia as faixas espalhadas por uma ínfima parte da torcida ao longo da última madrugada em frente à sede e ao centro de treinamento do Náutico, adversário deste sábado (06) na final do Campeonato Pernambucano.

Tal movimento em absolutamente nada contribui à sadia rivalidade existente entre os times e desagrega o clima de paz e harmonia pregado por Sport e Náutico não só para as decisões deste ano, mas para o futebol em Pernambuco e no Brasil.

Além disso, essa pequena parcela não representa a verdadeira torcida do Sport, que, como rapidamente pôde ser visto nas redes sociais, também condenou o ato em uníssono.

O presidente do Clube, Yuri Romão, entrou em contato com o presidente do Náutico, Bruno Becker, para reiterar repúdio em torno do ocorrido e o Sport faz uso deste comunicado para tornar público este posicionamento institucional, bem como informar que vai tomar as medidas cabíveis contra os responsáveis.

A rivalidade tem que existir, mas de forma saudável, pois assim foi construída a história rubro-negra e, dentre outros, a tradição do Clássico dos Clássicos – terceiro mais antigo do país. Que neste sábado (06) tudo possa ocorrer de maneira pacífica e harmônica.