O Sport formalizou união ao Ceará e Fortaleza, juntamente com as Federações Cearense e Pernambucana de Futebol para solicitar à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) o reconhecimento dos títulos do Torneio Norte/Nordeste com status nacional. O encontro dos dirigentes aconteceu na sede da Ilha do Retiro e, posteriormente, na Federação Pernambucana de Futebol. O argumento dos dirigentes dos três clubes é o fato de a competição, com caráter nacional, ter sido considerada, na época, como um campeonato regionalizado.

“Acreditamos que vamos obter êxito nosso objetivo, pois não estamos solicitando nada polêmico. É algo bastante plausível, pois a CBF unificou os títulos da Taça Roberto Gomes Pedrosa com o do Campeonato Brasileiro. Queremos apenas que os títulos da Norte/Nordeste ganhe status de campeonato nacional”, diz o Diretor Jurídico do Sport, Silvio Neves Baptista Campos.

Esse foi o segundo encontro dos dirigentes. O primeiro aconteceu no segundo semestre de 2023, em Fortaleza, quando os dirigentes formalizaram a ideia.

O Torneio Norte/Noredeste foi realizado em três edições. O Sport foi campeão da primeira edição, em 1968. Ceará e Fortaleza foram os campeões nos anos de 1969 e 1970, respectivamente. Caso o reconhecimento do status de título nacional seja feito pela CBF, o Leão será considerado bicampeão brasileiro, já que levantou a taça nacional em 1987.

Confira abaixo a carta redigida pelos dirigentes do Sport, Fortaleza, Ceará, Federação Cearense de Futebol e Federação Pernambucana de Futebol:

Carta de Recife

Num ato de união, fortalecimento e resgate do futebol brasileiro, representantes do Sport, Ceará, Fortaleza e das Federações Cearense e Pernambucana de Futebol estiveram reunidos, na sede da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), no Recife, para oficializar a parceria dos clubes na busca pelo reconhecimento em caráter nacional dos títulos de campeão brasileiro do Norte/Nordeste, nas edições de 1968, 1969 e 1970, por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A medida seria uma equiparação do grau de importância da competição com a Taça Roberto Gomes Pedrosa, realizadas entre os anos de 1967 e 1970, e que ganhou o status de Campeonato Brasileiro em 2010, reconhecido e homologado pela entidade máxima do futebol brasileiro.

O pleito é um reconhecimento baseado no bom senso esportivo e, portanto, justo de aprovação por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).