O presidente do Sport, Yuri Romão,  fez um novo pronunciamento referente ao episódio de violência sofrido pela delegação do Fortaleza, na madrugada da última quinta-feira (22).  Afinal, o fato lamentável deve desdobramento na tarde desta sexta-feira (23). O STJD anunciou uma severa punição ao Sport: como mandante, jogar de portões fechados, enquanto como visitante, o torcedor rubro-negro não terá direito a acesso ao estádio, em jogos oficiais da CBF.  Para Romão, a decisão do Superior foi arbitrária.

“É importante dizer que todas as obrigações impostas pelo regimento geral da competição,  ou até mesmo pela Secretaria de Defesa Social, foram cumpridas à risca. A prova disso é que não tivemos acidentes nem dentro de campo nem fora dele. O incidente aconteceu a sete quilômetros do estádio. Colocamos 340 seguranças privados…  Tudo que estava ao nosso alcance foi feito. Portanto, a decisão  não é razoável. Ela deixa um ar de arbitrariedade”, disse.

Confira a íntegra do pronunciamento do presidente do Sport, Yuri Romão: