Jogadores do futebol de base feminino do Sport passaram por avaliação de bruxismo em torno de atletas adolescentes, em iniciativa conjunta à Universidade de Pernambuco (UPE), cujos profissionais realizam projeto de pesquisa voltada ao tema – nas áreas de fisioterapia, odontologia e psiquiatria.

A importância da realização dos exames e diagnóstico consiste no tratamento antecipado da doença, uma vez que implica em dores nas costas, cabeça, além de estresse e interferência na qualidade do sono, o que compromete o desempenho de atletas de alto rendimento – casos das jogadoras do Clube.

A avaliação na musculatura mastigatória de forma precoce, isto é, em adolescentes, contribui também para o controle do bruxismo de forma mais prática do que na fase adulta. Ao todo, 40 atletas das três categorias (Sub-15, Sub-17 e Sub-20) de base do futebol feminino passaram pelos exames e receberam placas dentários. Além disso, elas também seguirão sendo acompanhadas ao longo dos próximos meses, com avaliações e questionários.

“É de grande valia essa iniciativa conjunta com a UPE, já que conseguimos fazer uma profunda e relevante avaliação com as atletas no que diz respeito à saúde bocal. Assim, conseguimos cuidar e tratar bem as atletas em uma região tão sensível e ao mesmo tempo tão importante para o rendimento delas”, afirmou a coordenadora de futebol feminino do Clube, Janira Ricardo.

Foto: Sandy James/ Sport Club do Recife