Reforçando a nota emitida pelo Clube nas redes sociais, o diretor de futebol Augusto Caldas, em nome da Diretoria de Futebol, frisa o comprometimento em representar junto à CBF e à comissão de arbitragem os diversos lances em que o  Sport foi prejudicado em suas partidas em que o VAR não foi ao menos consultado. Além disso, Augusto reforça para todo torcedor do Leão o comprometimento diário da equipe e o foco em permanecer na Série A.

ARBITRAGEM NÃO CONSULTA O VAR
“Ontem [diante do Goiás] mais uma vez fomos prejudicados pela arbitragem. Que fique claro que, como diretores de futebol, não colocamos a derrota toda em cima da arbitragem. […] O que nós não conseguimos entender é o porquê de bolas na mão como estas que aconteceram, outra também contra o Grêmio, o árbitro não seja chamado pelo VAR para pelo menos dar uma olhada no lance. Não chamá-lo é algo que nos deixa com uma interrogação”, explicou Augusto.

REPRESENTAÇÃO À CBF E SOLICITAÇÃO DE ÁUDIOS ENTRE ÁRBITRO E VAR
“O Sport já representou, eu também já falei em meios de comunicação do meu temor sobre questão de arbitragem, escala de árbitro. É algo que nos preocupa. O presidente Carlos Frederico também vem nessa luta e estamos vindo protocolando junto à Federação. Desta vez vamos fazer algo contundente e mostrar à CBF e à comissão de arbitragem que precisam ter zelo com nossos jogos, protocolando isso de forma pessoal”

“O presidente [Carlos Frederico] já solicitou o áudio do momento do lance para que a gente entenda o porquê de o árbitro não ter sido chamado”, concluiu.

PEDIDO À TORCIDA
“Não estamos calados em relação à arbitragem. Infelizmente temos muitos oportunistas de plantão que querem prejudicar o Clube. Mas independente da eleição, o importante é que o Sport esteja na Série A e é para isso que estamos não esforçando”.

DECLARAÇÃO COMPLETA