Eleito Presidente do Conselho Deliberativo no dia 9 de abril de 2021, através do voto democrático manifestado pela maioria dos sócios do Sport, Pedro Leonardo Lacerda assumiu a Presidência Executiva do Clube após renúncia coletiva de Milton Bivar (Presidente), e do seu então vice-presidente,Carlos Frederico.

Seu trabalho na Presidência Executiva teve início a partir do dia 17 de junho, cumprindo determinação do Conselho Deliberativo que autorizou sua permanência à frente do clube pelo período de até 90 (noventa) dias com a premissa de seguir as determinações do Estatuto Rubro-Negro.

Como maior missão, estabelecida pelo próprio Conselho Deliberativo, Pedro Leonardo Lacerda trabalhou incansavelmente para manter o Clube funcionando, com a serenidade necessária de impor um ambiente seguro e tranquilo, dentro da realidade de todo o contexto atual.

Um dos vieses utilizados como Presidente Executivo em exercício foi olhar para as necessidades de todos os Departamentos, visando garantir a normalidade operacional e administrativa.

Foto: Anderson Stevens/Sport Recife

Do futebol ao setor jurídico, a iniciativa sempre prezou por não radicalizar nas mudanças ou nono que já era feito pela gestão do clube.

Tendo, como missão em curto-prazo, estabelecer o diálogo entre as diversas facções do Sport e preparar a transição após o novo processo eleitoral, que se aproxima e está perto de sua definição.

Preparar um pleito organizado dentro da infraestrutura do Sport passou a ser um guia, um lema, e isso acontecerá, ofertando ao Sócio a máxima qualidade e tranquilidade para exercer o seu direito de escolha do próximo mandatário do Clube.

Sabendo da realidade financeira do Sport, um árduo trabalho foi feito para economizar nesse processo. Mesmo dispondo da mesma estrutura que a anterior, elogiada por sua organização, a eleição deste dia 15 de julho terá um custo 20% menor do que a que ocorreu há cerca de três meses. Uma vitória e um alívio importante nos cofres.

Por fim e como marco maior do período de interinidade, mesmo com menos de trinta dias de vigência, conseguiu arcar com o pagamento de uma folha salarial em atraso (abril) para o Futebol e ao Administrativo/Funcionários.

“Me sinto horado em ter a oportunidade de contribuir mais uma vez, como já o fiz em muitas outras situações, como torcedor de arquibancada, sócio, conselheiro, diretor de futebol amador e agora Presidente do Conselho Deliberativo no exercício da Presidência Executiva, com o Sport Club do Recife, minha segunda casa.

Certo de que fui honesto e fiel com o amor que sinto por esse Clube, aprendido ao acompanhar a trajetória de meu Pai, Pedro Pessoa de Lacerda, ex-diretor de futebol amador e futebol profissional nos anos de 1990, busquei a proximidade e laços com ex-Presidentes do Executivo, Deliberativo e lideranças, de forma apolítica e sempre visando o melhor para o Sport Club do Recife, entendendo a pacificação como algo extremamente importante no momento vivido.

Deixo aqui meu muito obrigado a todos que me acompanharam nesse período, especialmente aos membros do Conselho Deliberativo, funcionários administrativos, dirigentes, vice-presidentes, comissão técnica e diretoria do futebol profissional.

Volto à Presidência do Conselho Deliberativo, para seguir com o compromisso de fazer sempre o melhor para o Sport, o Clube que meu pai me ensinou a amar e respeitar mais do que tudo. Mais uma vez, muito obrigado a todos, e Pelo Sport Tudo”, finalizou o presidente, Pedro Leonardo Lacerda.