O Leão da Ilha rugiu mais forte neste domingo, dia 1º, em Catolé do Rocha (PB). Na ocasião, o jornalista Costa Filho, natural daquela cidade do Alto Sertão paraibano, lançou o livro-reportagem Sport x Grande Imprensa: desde 1987, cuja solenidade aconteceu simultaneamente à realização da 10ª edição do Troféu Nena Nunes O evento contou com a participação especial de Marcelinho Paraíba, líder do time rubro-negro na campanha do acesso à Série A em 2011.

Gestor de marketing e comunicação da Biblioteca Central da Universidade Federal da Paraíba, Costa Filho afirmou que, sempre que o imbróglio sobre o Brasileirão 87 vem à tona, parte da grande imprensa posiciona-se favorável ao Flamengo em detrimento do Sport Club do Recife. “Por não conhecer a fundo o assunto ou mesmo por má-fé, ‘profissionais’ da área de comunicação emitem as mais esdrúxulas opiniões sem se importar com a observância de um dos pilares básicos do jornalismo: o respeito ao público”, observou.

De acordo com o jornalista, matérias jornalísticas que omitem uma decisão judicial transitada em julgado não merecem credibilidade. “A grande mídia só não referenda o veredicto do STF porque o mesmo ratifica a exclusividade do título do Sport – este, sim, o único campeão brasileiro de 1987”, acrescentou. O livro-reportagem é resultado de Mestrado em Jornalismo Profissional pela UFPB, concluído por Costa Filho em 2017.

Show de Marcelinho PB

Foi um domingo de festa para os catoleenses, que lotaram as dependências do Parque das Mangueiras, de propriedade de Lutero Nunes (na foto, com Costa Filho). Marcelinho Paraíba foi o destaque do jogo entre os másters de Ronaldo Veículos (Catolé do Rocha) e do Botafogo (João Pessoa), que terminou com vitória de 3 x 2 para o time catoleense. O gol da vitória foi assinalado pelo ex-camisa 10 do Sport.

Na opinião de Nena Nunes, considerado o maior jogador de futebol da história da região de Catolé do Rocha, o evento conseguiu o seu objetivo ao atrair um grande público. “Vale destacar a presença de muitos torcedores do Sport”, ressaltou o homenageado, que está radicado no Recife há mais de três décadas e é sócio patrimonial do clube pernambucano. O evento contou ainda com a presença do leonino Ailton Cavalcante, radialista e presidente da Federação Paraibana de Beach Soccer.