Foi difícil, mas voltou a dar Leão na Copa do Nordeste! Pela terceira rodada da competição, na noite desta terça-feira [8], o Sport recebeu o Sousa da Paraíba na Ilha do Retiro e venceu por 1 a 0, com bonito gol do meia Alan, já aos 25 minutos do segundo tempo. A vitória no torneio regional foi a segunda seguida, já que o time rubro-negro havia vencido o Náutico, há alguns dias. Com seis pontos em três jogos, o time chegou na segunda posição da Chave 1.

O jogo contou com algumas dificuldades e um adversário que conseguiu marcar bem e exigir trabalho dos jogadores leoninos. O Sport tinha a posse, criava situações próximas da área, mas acaba sempre no quase para conseguir efetivamente ficar de frente à meta e finalizar. Por inúmeras vezes, o gol deixou de sair em função de detalhes no último passe ou corte no último instante dos defensores paraibanos.

Sabendo da importância da partida e da vitória para ficar em boa situação no grupo, já visando a classificação à próxima fase, o Sport estava ciente de que não poderia deixar os pontos fugirem na Ilha e foi para cima no segundo tempo, conseguindo finalizar mais e aumentar a intensidade da pressão. Na área técnica, Gustavo Florentín ia fazendo alterações e viu uma destas ter efeito imediato. O treinador acionou Alan no jogo aos 23 minutos. Aos 25, depois de grande tabela com Luciano Juba, que terminou o lance com uma assistência de calcanhar, Alan invadiu e bateu no ângulo esquerdo do goleiro. Golaço!

Grande gol que trouxe o desafogo, principalmente quando o jogador do Sousa impediu o tento de Ítalo faltosamente e recebeu vermelho direto, já que era o último homem. Chances para um segundo gol aconteceram, mas o placar de 1 a 0 persistiu até o fim e foi o bastante para o Sport ficar com os três pontos. Vitória sofrida, difícil, mas importantes para o andamento do Campeonato.

Calendário: O Maior do Nordeste vai encarar de forma inédita o Caruaru City na próxima quinta-feira (10), às 21h30, novamente na Ilha, mas pelo o Pernambucano.

Sport 1×0 Sousa Maílson; Ewerthon, Rafael Thyere, Chico, Sander (Cristiano); Pedro (Blas Cáceres), Ronaldo, Everton Felipe (Ítalo); Luciano Juba, Jáderson (Alan) e Flávio Souza.

Gol: Alan, aos 25 do segundo tempo.

Público e renda: 691 espectadores para uma renda de R$16.170.00