O Sport Club do Recife não suportou a pressão do Atlético-PR foi derrotado por 4×0, na Arena da Baixada (Magrão se machucou quando o jogo ainda estava 2×0 e Gabriel teve que ir de goleiro, com o time ficando com um a menos em campo). Os jogadores leoninos se reapresentarão na tarde desta segunda-feira (15), às 16h30, no Centro de Treinamento do Leão. O próximo jogo do Sport será no sábado, às 19h, na Ilha do Retiro.

Como era esperado, o Atlético-PR começou pressionando o Leão da Ilha do Retiro. Com 10 minutos de jogo o time da casa estava com todo seu time no campo de defesa do Sport. Com isso, um dos nomes do jogo começou a aparecer. O goleiro Magrão salvou o Sport em duas oportunidades seguidas. A primeira com Marcelo Cirino, uma grande defesa com o pé, para, em seguidas, realizar bela defesa após a finalização de Lucho Gonzalez.

A resposta do Sport veio dois minutos depois. Michel Bastos finaliza depois da cobrança de escanteio. A bola sobrou para Marlone que mandou tirando tinta da trave do goleiro Santos.

Mesmo pressionado, o Sport teve calma para equilibrar a partida. Anulando os jogadores das laterais do adversário, o Leão da Ilha passou a dominar o meio de campo do adversário. Mas era o Atlético que chegava com mais perigo na eminência de abrir o placar na Arena da Baixada.

Com uma proposta de fechar a defesa e tentar conseguir o gol na base do contra-ataque, o time pernambucano conseguiu segurar o placar em 0 a 0 até o final do primeiro tempo.

No segundo tempo, depois de passar exatos 22 dias se tratando de um deslocamento no ombro, Hernane Brocador entra em campo. O atacante substituiu Mateus Gonçalves que tem um perfil mais de velocista. Com a mudança, Milton pretendia prender mais a bola no ataque do Leão.

Mas logo aos dois minutos, depois de uma cobrança de falta no lado esquerdo do ataque do Furacão, Raphael Veiga mandou a bola na segunda trave de Magrão. Thiago Heleno mandou uma cabeçada certeira no ângulo do goleiro Magrão que nada pôde fazer.

Aos 10 minutos, a bola bate no braço de Raul Prata. Os jogadores reclamaram bastante da marcação do árbitro dizendo que houve pênalti à favor do time da casa. Na cobrança, Bergson deslocou Magrão e converteu.

Com dois gols em menos de 10 minutos de jogo, Milton Mendes teve que mexer no time mais uma vez. Marlone deu vez a Rafael Marques. Na sequência, Milton promove a entrada de Nonoca na vaga do volante Marcão.

Aos 32, depois de sentir muitas dores no braço direito, o goleiro Magrão desaba no campo. Com as três substituições feitas, o goleiro teve que sair da partida. O arqueiro saiu aos prantos da Arena da Baixada. Sem poder fazer a alteração, coube ao meia-atacante Gabriel ir para o gol. Aos 39, Bergson marca mais um. O terceiro do Atlético-PR. Rony faz o quarto gol aos 40 e deu os números finais do confronto.

Ficha do Jogo

Sport: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Adryelson e Evandro; Marcão (Nonoca), Fellipe Bastos e Marlone (Rafael Marques); Gabriel, Mateus Gonçalves (Hernane Brocador) e Michel Bastos. Técnico: Milton Mendes

Gols: Thiago Heleno, Bergson (2) e Rony

Cartão Amarelo: Fellipe Bastos, Neto Moura e Ronaldo Alves (S)