O Sport Club do Recife não encontrou forças para superar o melhor ataque do Campeonato Brasileiro de 2018. Jogando no Estádio Independência, na tarde do último domingo, o Leão da Ilha perdeu o confronto para o Galo Mineiro pelo placar de 5×2. Os gols do Leão foram assinalados pelo zagueiro Leonardo Silva (contra) e o meia-atacante Michel Bastos. O próximo confronto do Sport será na Ilha do Retiro, próxima sexta-feira, às 19h, contra a equipe do Internacional. Os atletas do Leão se reapresentarão na tarde da próxima segunda-feira, no Centro de Treinamento do Leão.

No início do jogo o Leão começou mostrando força na casa do adversário. Logo aos seis minutos, depois de uma cobrança de escanteio feita por Marlone, Michel Bastos sobe para cabecear, mas quem manda a bola para o fundo das redes é o zagueiro adversário Leonardo Silva. Era o primeiro gol da partida, primeiro gol do Leão.

Dois minutos depois, em um contra-ataque mineiro, a bola chega em Chará que cruza da esquerda para a direita e encontra Elias. O atleticano livre, escolhe o canto e empata a partida. Aos 24 minutos, Chará, mais uma vez, toca para Ricardo Oliveira. A bola desvia e toca no braço do zagueiro Durval. O juiz marca pênalti e dá cartão amarelo para o rubro-negro. Na cobrança o lateral-esquerdo Fábio Santos manda a bola no meio do gol e Magrão e vira a partida em favor do time mineiro.

A partir do segundo gol, o Atlético-MG passou a dominar o confronto. Aos 27 minutos, o Atlético amplia com Émerson. Após dominar a pelota pelo lado direito de ataque, o lateral-direito mandou uma bomba, indefensável para Magrão. Era o terceiro tento assinalado pelo adversário.

Um minuto depois, com a equipe do Sport ainda desestruturada pelo terceiro gol. Depois de uma indecisão de Durval e Magrão, Cazares se adianta domina a bola antes do zagueiro. O atacante deu um “tapa” para o lado, tirando o arqueiro do Leão, e marcou o quarto gol do Atlético.

Com o placar em desvantagem, o Leão tentou apertar a marcação do Galo. Porém, aos 32, após fazer uma falta em Ricardo Oliveira, Durval recebe o segundo cartão amarelo e é expulso da partida.

Com um jogador a menos, o técnico Milton Mendes foi obrigado a mudar a equipe da Ilha do Retiro. Aos 37 ele tira o atacante Rafael Marques para a entrada do lateral Raul Prata. Com isso, Ernando sai da lateral direita e recompõe o miolo de zaga do Leão.

Veio o segundo tempo e o treinador do Sport realizou uma mudança logo aos seis minutos. O atacante Mateus Gonçalves deu lugar ao meia Gabriel. Com a mudança, a equipe do Sport organizou a formação dentro de campo e tentou pressionar o Atlético.

O Galo diminuiu a intensidade da marcação, mas não deixou de chegar com perigo na área do Sport. Porém, aos onze minutos, depois de um cruzamento perfeito de Raul Prata, Michel Bastos cabeceou com maestria e diminuiu a vantagem do Atlético.

Mesmo com um jogador a menos, o Leão tentava se encontrar em campo. Com o time mais compacto, a equipe passou a jogar pressionar o adversário. Michel Bastos passou a construir as jogadas do Sport que passou a ameaçar a meta do goleiro Fábio.

Depois de uma triangulação pelo lado esquerdo de ataque do Atlético, Chará recebe na entrada da pequena área e tenta tirar o paredão Magrão que faz uma grande defesa.

Aos 24, Ricardo Oliveira aproveitou o lançamento do Cazares e invadiu a área rubro-negra. O atacante encobriu o arqueiro Magrão, que nada pode fazer para evitar o quinto gol dos mineiros.

Nos 20 minutos que se estenderam até os 47 minutos, o que se viu foi um Atlético tirando o pé do acelerador e o Sport tentando aproveitar os espaços dados pelo Galo na base do contra-ataque.

 

Ficha do Jogo

 

Sport: Magrão; Ernando, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Marcão, Jair e Marlone (Andrigo); Michel Bastos, Mateus Gonçalves (Gabriel) e Rafael Marques (Raul Prata).

 

Atlético (MG): Victor; Émerson, Leonardo Silva, Iago Mainada e Fábio Santos; José Welison, Elias (Matheus Galdezani) e Cazares (Nathan); Luan, Chará e Ricardo Oliveira.

Cartão Amarelo: Durval (Sport), Sander (Sport) Marcão (Sport), Iago Maidana

Cartão Vermelho: Durval (Sport)

Gols: Leonardo Silva (Contra), Elias (Atlético), Fábio Santos (Atlético), Émerson (Atlético), Cazares (Atlético), Michel Bastos (Sport), Ricardo Oliveira (Atlético)