O Sport fecha a sua participação na Primeira Fase do Pernambucano, nesta quarta-feira (7), querendo vencer o clássico e ainda pular para a liderança do campeonato. Para isso, os rubro-negros precisam passar pelo Santa Cruz, às 21h45, na Ilha do Retiro, e contar que o Náutico não vá além de um empate com o Belo Jardim, no Agreste. Toda a 11ª rodada será disputada no mesmo horário.

Para a partida, o técnico Nelsinho Baptista ainda não poderá contar com três peças no meio de campo: os volantes Fellipe Bastos, Fabrício e Rithely. Todos em fase de transição, após se recuperarem de problemas físicos. Já a utilização do capitão Anselmo é uma incógnita. Ele está pendurado com dois amarelos e pode ser poupado para entrar zerado na fase eliminatória do Estadual.

Certo mesmo é a presença do meia-atacante Marlone, artilheiro do Leão na temporada, com quatro gols marcados até agora. O camisa 10 faz questão de ressaltar para a importância de fechar a Primeira Fase com vitória no Clássico das Multidões. Resultado que eleva o moral para a fase decisiva do campeonato.

“Sem dúvida, vencer o clássico te traz confiança, te traz tranquilidade. Eu creio que a partida de amanhã (desta quarta) é para buscarmos, além de um lugar mais alto na tabela, o nosso melhor futebol. Um clássico Sport versus Santa Cruz, que é um clássico conhecido em todo o Brasil, todos querem atuar. Que possamos fazer uma grande apresentação”, afirmou Marlone, que fará nesta quarta-feira a sua partida de número 48 com a camisa do Leão.

Na véspera do clássico, os atletas que atuaram os 90 minutos no Sertão (1×1 com o Salgueiro) fizeram um trabalho de recuperação na academia do CT. Os demais foram para o campo e participaram de uma atividade com bola.