O Sport se despede do Campeonato Pernambucano com as atenções voltadas para a sua estreia no Brasileirão. É consenso entre os rubro-negros que a partida contra o Salgueiro, nesta segunda-feira, às 20h, na Ilha do Retiro, vale muito mais do que o terceiro lugar no Estadual. Vale como oportunidade para diminuir um pouco da pressão sob o time e para reconquistar a confiança antes da largada na Série A.

Os rubro-negros estreiam no Brasileirão no próximo dia 15, contra o América-MG, às 11h, no estádio Independência. Até a parada do campeonato para a Copa do Mundo, em 13 de junho, o Sport irá disputar outras 12 partidas. Um terço da Série A que precisa ser percorrido com intensidade máxima, na visão dos atletas.

Para essa partida contra o Salgueiro, o técnico Nelsinho Baptista não poderá contar com três peças. O volante Fellipe Bastos foi expulso na semifinal contra o Central e cumpre suspensão automática. As outras duas baixas certas são o zagueiro Durval e o atacante Rogério, ambos se recuperam de problemas físicos.

Como de praxe, o treinador fechou os últimos treinos à imprensa e não revelou o time que pretende mandar a campo. A principal expectativa fica quanto a utilização ou não do meia Everton Felipe desde o início da partida. O camisa 97 retornou aos gramados na semifinal contra o Central, no último dia 21, após pouco mais de seis meses de recuperação de uma cirurgia no joelho esquerdo.