O Sport conquistou um empate importantíssimo contra o São Paulo, por 0x0, no Morumbi, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, na noite desta segunda-feira (26). Com o resultado, o Leão chegou aos 39 pontos na competição, na 18ª colocação.

No próximo domingo, na rodada de fechamento, o time rubro-negro terá que vencer o Santos, na Ilha do Retiro, e torcer por outros resultados para permanecer na Série A. Um cenário não tão difícil de acreditar, já que América/MG, Chapecoense e Vasco terão jogos teoricamente complicados pela frente.

O JOGO

Atuando de uma forma mais precavida que os donos da casa, o Sport se defendeu bem no primeiro tempo, apesar de o adversário conseguir criar algumas chances com a sua qualidade ofensiva. Atacando bastante pelos lados, o São Paulo apostava nos cruzamentos à área, mas a zaga rubro-negra tinha confiança para afastar os perigos.

Na primeira etapa o Leão conseguiu assustar em duas finalizações. Primeiro com Matheus Peixoto, e depois com o meia Gabriel, na melhor chance da partida, aos 37 minutos, quando a bola foi pelas redes do lado de fora. No segundo tempo, o adversário teve mais posse de bola e o time pernambucano não conseguia encaixar os contra-ataques.

Aos 29, o árbitro marcou pênalti num lance bastante duvidoso, quando Winck dividiu uma bola com Everton, que se aproveitou para se atirar ao chão. O experiente meia Nenê foi para a cobrança o jovem goleiro Mailson levou a melhor e fez uma defesa para lá de importante, a sua primeira como profissional.

Pouco depois, o Sport quase abriu o placar num chute de Cláudio Winck. Porém, quando os leoninos começaram a crescer na partida, nos minutos finais, o próprio lateral-direito foi expulso após fazer uma falta na intermediária de ataque. Seguintes depois, o São Paulo ainda colocou uma bola na trave, mas os jogadores rubro-negros foram valentes para segurar o resultado.

FICHA DO JOGO

Sport

Mailson; Cláudio Winck, Ernando, Adryelson e Raul Prata; Marcão (Deivid), Jair, Gabriel e Michel Bastos (Hernane); Mateus Gonçalves e Matheus Peixoto (Marlone). Técnico: Milton Mendes

Local: estádio do Morumbi (São Paulo)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Cartões amarelos: Jair, Mateus Gonçalves e Matheus Peixoto (S) e Reinaldo e Jean (SP)

Cartão vermelho: Cláudio Winck (S)