Por Marcelo Cavalcante

Eles são solitários. São o anti-herói do futebol. Entram em campo para evitar a alegria da torcida: o gol.  Usam roupas diferentes dos demais atletas.  Os goleiros são assim. Figuras que chamam a atenção, que não têm o direito de cometer um erro sequer.  O escritor pernambucano Nelson Rodrigues dizia que a posição era tão amaldiçoada que não nascia grama onde ele pisava.  Há quem discorde. O escritor argelino Albert Camus foi goleiro e dizia que aprendeu, nessa função, a ser o homem que foi. Pois bem, amado ou odiado, hoje é dia de celebrar o Dia do Goleiro. E a data é uma homenagem a um ex-goleiro do Sport: Haílton Corrêa Arruda, o Manga.

A data em homenagem ao goleiro foi criada em abril de 1975. Inicialmente era no dia 14 de abril. Mas, no ano seguinte, passou para o dia 26, no aniversário de Manga, para homenageá-lo. Naquele ano,  jogando pelo Inter-RS, foi campeão nacional.  Nascido em 1937, era considerado o melhor goleiro do Brasil e chamava atenção por sua segurança e o fato de não usar luvas.

Manga foi campeão juvenil pelo Sport em 1954, sem tomar um gol sequer. Foi o suficiente para começar a jogar no time profissional, com 17 anos.  No ano seguinte,  estreou na equipe principal do Leão, em um amistoso contra o Náutico, na Ilha do Retiro. Entrou no lugar do titular Carijó. O clássico terminou em vitória do Sport por 5×2. 

Foi campeão pernambucano em 1958. Foi quando ganhou o Brasil. Jogou no Botafogo-RJ e Inter-RS,  onde acumulou muitos títulos.  No Colorado, além do Estadual, ganhou dois Brasileiros. Passou também pelo Operário-MS, Coritiba, Nacional-URU, entre outros. Foi titular da seleção brasileira na Copa de 1966. 

O Sport parabeniza Manga pelo seu aniversário. E a todos os goleiros e goleiras do Brasil e do clube, em todas as categorias e modalidades. É uma profissão que exige muita dedicação, esforço e amor. Somos gratos a todos os goleiros que já vestiram a camisa do Leão. E os que atualmente defendem o clube com afinco e emoção.

Foto dos goleiros do Sport: Paulo Paiva/Sport Club do Recife

Foto de Manga: Arquivo