Artilheiro do Sport Club do Recife com cinco gols. Um dos jogadores de maior regularidade do elenco rubro-negro. Ídolo da torcida. O meia Marlone poderia ter motivos de sobra para estar comemorando sua boa fase no Leão, mas não é bem assim. O jogador, que defenderá a camisa vermelha e preta até o final do ano, sabe que não existe felicidade para um jogador só. Ele precisa que todo o grupo esteja na mesma sintonia. Com a desclassificação na Copa do Brasil e no Campeonato Pernambucano, Marlone vê o início do Campeonato Brasileiro como uma retomada no rumo de vitórias do Sport.

Para o atleta, ao contrário do que se prega normalmente quando se aponta um ou dois candidatos ao título do brasileirão antes mesmo do seu início, esta edição do certame nacional será uma das mais equilibradas dos últimos tempos.

“Estamos vendo, durante os Estaduais, que não existe favoritismo. Isso será levado em consideração no Campeonato Brasileiro também. Principalmente no seu início. Alguns estaduais já deram indícios que o time que der brecha, der vacilo, pode perder o jogo e se complicar durante a competição”, comentou o meia.

Com a aproximação da estreia do Sport, que será contra o América (MG), próximo dia 15, o elenco do Leão aos poucos vai tomando corpo e o sistema de jogo do técnico Nelsinho Baptista está sendo assimilado pelos atletas. Mesmo com um grupo enxuto, Marlone acredita que o time irá responder bem neste primeiro desafio. “A diferença será o encaixe da equipe. Em 2015 tínhamos jogadores conhecidos e, quando conseguimos encaixar, conseguimos bons resultados. Esse ano, mesmo sem grandes nomes, se encaixarmos tudo vai dar certo. Quem está aqui está querendo trabalhar e vai lutar até o fim pelos resultados positivos”.

APRENDIZADO

No olhar do meia, o time cresceu não apenas nos momentos bons, mas nos ruins também, referindo-se às duas desclassificações ainda no começo deste ano. “Doeu muito. Não era o que nos almejávamos, mas fica a lição. Temos que ser profissionais para sacudir a poeira o corrigir o que erramos. Só assim se constrói uma equipe madura, experiente”.