O atacante Facundo Labandeira chegou há menos de dois meses ao Sport para viver a primeira experiência fora do Uruguai, onde nasceu. O contexto poderia sugerir uma natural dificuldade de adaptação, porém, não é isso que tem ocorrido. No Recife, o atacante tem se mostrado cada vez mais adaptado e entrosado ao Clube e aos companheiros. “Me sinto muito bem”, pontuou.

Na importante vitória sobre o Bahia, Facundo contribuiu com assistência para o gol marcado por Gustavo Coutinho. Anteriormente, há quatro rodadas, o uruguaio já havia sido decisivo também ao balançar as redes diante da Chapecoense.

“Feliz por entrar e dar assistência para o gol que nos deu os três pontos, nos deu confiança. Me sinto muito bem”, destacou, antes de exaltar a força e coesão do elenco. “O grupo é bastante unido, todos são importantes. Qualquer um pode entrar, ajudar e decidir, e isso faz muito bem”, acrescentou.

O uruguaio também exaltou a força da torcida do Sport, que tem feito a Ilha do Retiro pulsar e sido fundamental. Na última segunda-feira (12), o Leão bateu recorde de público nos jogos no estádio neste Brasileirão.

“A torcida nos ajuda muito. Quando jogamos em casa eles fazem muito a diferença, cantam, nos apoiam. É algo que deixa a gente muito feliz”, afirmou.

Em busca do G4, o Sport se prepara para enfrentar o Grêmio, nesta terça-feira (20), em Porto Alegre. O atacante também projetou e falou sobre as expectativas para o confronto.

“Temos condições de vencer fora, respeitando, claro, o nosso adversário, que é uma grande equipe. Será um grande jogo”, concluiu.