Um dos jogadores mais regular do Sport Club do Recife, o meia Marlone comemorou bastante não só a vitória por 3 a 0 em cima do Santa Cruz, na noite da última quarta-feira, como por ter se mantido na artilharia da equipe (ao lado do volante Anselmo) com, agora, cinco tentos marcados. Foi dele o gol que abriu o marcador na Ilha do Retiro, logo ao 1’20 minuto do primeiro tempo.

Segundo Marlone, todo o time do Sport fez o que o técnico Nelsinho Baptista pediu ao longo da semana: pressionar o adversário na sua saída de bola. “Trabalhamos isso bastante durante a semana e deu certo. Fomos felizes nas finalizações. Deu tudo certo”.

Como foi falado ao longo das últimas cinco partidas que o Leão da Praça da Bandeira jogou, o time vem mostrando evolução a cada nova partida e isso está sendo demonstrado dentro de campo. “Como nas outras partidas, tivemos um volume maior de jogo. Dessa vez acertamos o pé e fizemos os gols necessários. O time não se conhecia no começo. Estamos evoluindo coletivamente e individualmente”, comentou o meia.

Sobre o próximo jogo, o artilheiro se mostra cauteloso para a partida contra o Central, próxima quarta-feira, às 21h45, no Estádio Lacerdão, na cidade de Caruaru. “Vamos enfrentar uma equipe forte, que joga esperando a falha do adversário e que conhece bem o gramado do estádio. Já jogamos lá e sabemos das dificuldades que encontramos. Vamos ter que ter paciência”.

RETROSPECTO

Marlone foi o autor do gol rubro-negro no duelo entre Sport e Central, pela primeira fase, que terminou 1×1, também em Caruaru. Um golaço de falta, diga-se de passagem.