Bastante experiente e com nada menos que 13 anos de Sport, o goleiro Magrão mostrou confiança no poder de reação do elenco rubro-negro no Campeonato Brasileiro. Para o ídolo, que já passou por diversos momentos no Clube, o grupo iniciou a semana com um novo clima para buscar a vitória sobre o Paraná, no próximo domingo, na Ilha do Retiro.

“É uma semana diferente, onde teremos mais tempo para novos trabalhos e fazer o que não fizemos até aqui. Uma atitude, uma intensidade e um clima diferente, com responsabilidade. Como eu disse, é uma semana distinta das outras, que começou com bons trabalhos, e no domingo temos tudo para fazer o que não fizemos nessas últimas 11 rodadas”, disse o goleiro.

O arqueiro leonino fez questão de exaltar a qualidade dos jogadores, que antes da Copa do Mundo colocaram o time nas primeiras posições da Série A. “Estamos vivendo um momento delicado mas é possível reverter. Temos muitos pontos ainda pela frente. Esse ano eu vejo um elenco muito qualificado, que tem totais condições de reverter. Isso vai mudar, e será contra o Paraná domingo”, afirmou.

O “Paredão” falou ainda sobre a reunião com o presidente Arnaldo Barros que antecedeu o treino. “O presidente veio mostrar confiança na equipe, dar palavras de incentivo. O que mais repetiu foi que nós jogadores temos que confiar em nós mesmos. A palavra foi de confiança, de mudança. Não tem como estar há tantos jogos sem vencer e não ter mudança”, falou.

“Quando as coisas não estão bem aparecem muitas coisas. Entre jogadores e diretoria não têm conflito. Eles (diretores) estão sempre aqui no CT. Na verdade, a culpa é de todos. Mas não tem racha nenhum”, acrescentou.