Dado o Start na “Era Lisca” no Sport Club do Recife! Mostrando enorme empolgação por comandar o Maior do Nordeste, o técnico gaúcho foi apresentado na Sala de Imprensa da Ilha do Retiro e respondeu diversas perguntas dos jornalistas pernambucanos, enfatizando sempre a motivação de lutar e trabalhar muito para deixar o Leão na Série A do Campeonato Brasileiro.

Presentes na apresentação, estavam o Presidente Yuri Romão, o Vice-Presidente de Futebol Augusto Carreras e o executivo do Departamento, Jorge Andrade. Também na sala estavam o novo auxiliar técnico Márcio Rahn e o novo preparador físico, André Volpe, ambos que vieram juntos com Lisca. Mandatário leonino, Yuri Romão foi claro em relação a escolha do técnico rubro-negro e o principal objetivo: “Escolhemos um profissional capaz de levar o Sport ao acesso que tanto desejamos. Ele comandará a nossa equipe, tem um excelente perfil, ideal para o nosso Clube e juntos faremos de tudo para ter vitórias dentro e fora de campo”, disse o Presidente, também se referindo aos desafios da gestão fora das quatro linhas.

Nas primeiras palavras formais como treinador do Sport, Lisca abordou vários pontos na coletiva. Todos seguindo o mesmo tom: a grandeza do Clube e o que será preciso para conseguir o acesso. Assim como foi falado pelo técnico no Aeroporto, quando ele chegou, mais uma vez a margem de aproveitamento foi ponderada, inclusive visando um número específico de pontos.

“Estamos na quinta posição. Não vivendo o melhor momento possível e sabemos que temos que melhorar o nosso aproveitamento para chegar no mínimo aos 64 pontos dentro da competição. Esse é o objetivo, em um enquadro de disputa que se você atingir o que se propõe as coisas vão fluindo e acontecendo. Sabemos do nosso potencial e temos uma condição muito viável de realizar nossas metas. Para isso, será necessário muito trabalho, empenho e tenho certeza que isso não irá faltar.”

Domingo será a estreia oficial de Lisca. Contra o Vasco, seu ex-Clube, no Maracanã. Pouco tempo para treinar, mas algumas ideias movem o comandante rubro-negro. “Começar a trabalhar em uma estrutura nova para a equipe. Sem deixar de aproveitar as coisas boas que já tinham aqui e eram muitas. Temos um grupo guerreiro, dedicado e profissional, também engajado na retomada do Sport. É momento de estarmos unidos. Para o jogo com o Vasco vamos começar a colocar algumas situações novas, funções, ideias. Não há muito tempo, mas estou confiante.”

Já no momento final da entrevista, Lisca voltou a falar da felicidade em ter a torcida do Sport ao seu lado. Disse também que enxerga no Clube uma chance de continuação ao seu perfil idealizado de carreira. “Já joguei contra e sei o desespero que é enfrentar o Sport. Estou vendo aqui na sala essa foto maravilhosa da Ilha lotada. Posso lembrar de situações como adversário e agora estou vivendo um sonho em ter isso comigo. Espero viver grandes momentos. Além de tudo, o Sport é um Clube que briga por lugares de cima na tabela, sempre quer o topo e é esse aspecto que eu quero para minha carreira”, concluiu.