Não pode haver erros! Esta é a tônica do discurso dos atletas para o clássico das multidões decisivo, pelo Pernambucano. Sport e Santa Cruz se enfrentam na próxima quarta-feira (14), às 21h45, na Ilha do Retiro, em partida única – válida pelas quartas de final de torneio. Num embate que não tem jogo da volta, a atenção tem que ser redobrada e os leoninos sabem muito bem o que é preciso para sair de campo com a vaga nas semifinais.

“Não podemos errar. Infelizmente tivemos um erro no último jogo, que foi fatal para o empate deles. Acho que tivemos um bom ritmo e sofremos um pouco atrás. Temos que acertar o que erramos e saber que temos uma semana de descanso e eles terão Copa do Nordeste. Estaremos mais inteiros, vamos nos impor em casa e aproveitar as oportunidades para sair classificados para a semifinal”, disse o zagueiro Léo Ortiz.

Para Raul Prata, o clássico tem um clima diferente e a equipe rubro-negra está preparada para encarar o time coral. Segundo o lateral-direito, o time evoluiu e está confiante na classificação.

“O clássico é diferente. É um jogo que as duas maiores torcidas do estado se unem. Esperamos fazer um grande jogo e passar de fase. Jogamos bem na última partida, com um volume de jogo muito grande. Nossa equipe criou, mas infelizmente não fizemos os gols. A evolução é nítida e entramos nessa fase de mata-mata melhores. Estamos confiantes para fazer um bom jogo e passar de fase”, pontuou.

Avançando para as semifinais, o Sport irá enfrentar o vencedor do confronto entre Central e América, que também entram em campo no dia 14, às 20h, no Estádio Lacerdão, em Caruaru.