Nesta quarta-feira (27) o país vai parar para assistir o decisivo confronto dos brasileiros contra a Sérvia, às 15h, pela rodada final da primeira fase da Copa do Mundo da Rússia. O confronto “vale a vida” do Brasil no torneio e o Sport poderá ter ajudado à Seleção a continuar com o sonho do hexa.

Isso porque foram os analistas de desempenho do Leão, Thiago Duarte e Thiago Alves, que estudaram a Sérvia desde o ano passado e passaram todas as informações do adversário à comissão técnica da Canarinha. Nas duas primeiras rodadas do Mundial, as análises foram feitas em conjunto.

Ao todo, foram 16 jogos observados pelos leoninos. Dois deles assistidos in loco, por Thiago Duarte, contra Marrocos e Nigéria, em Turim e Londres, respectivamente. No dia 22 do mês passado, os profissionais rubro-negros foram à Granja Comary, no Rio de Janeiro, apresentar todo o trabalho para Tite e comissão.

“Mostramos o trabalho que vem sendo feito no Sport no que se refere às ideias de análise de desempenho e foi importante para o Clube também. Porque, além da nossa tarefa de ajudar ao máximo a seleção nacional, representamos a nossa instituição, que é o Sport Club do Recife”, disse Thiago Duarte.

“Não é todo dia que profissionais são chamados para discutir questões táticas e técnicas com a comissão da seleção principal. Foi bacana essa interação. Acredito que valorizou o clube como um todo, não só a análise de desempenho”, destacou Alves.

PROCESSO

Não é demais lembrar que, em 2017, a CBF distribuiu 27 seleções da Copa do Mundo por 19 clubes da Série A. A ideia era potencializar a análise dos possíveis adversários e trazer o conhecimento dos profissionais dos clubes para dentro do processo.