O técnico Claudinei Oliveira confirmou o time que irá enfrentar a equipe do Ceará, próxima quarta-feira, às 19h30, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE). Após o treino realizado na manhã desta terça-feira, na Ilha do Retiro, o comandante afirmou que entrará com Magrão; Raul Prata, Léo Ortiz, Ernando e Sander; Fellipe Bastos, Gabriel, Marlone; Michel Bastos, Rafael Marques e Rogério.

Claudinei, que teve pouco mais de 20 dias para treinar a equipe para a reestreia do Campeonato Brasileiro, testará uma nova formação do selecionado rubro-negro. Com as suspensões do zagueiro Ronaldo Alves e do volante Deivid, Oliveira optou pelas entradas de Léo Ortiz (Durval seria o substituto imediato, mas contundiu-se durante a preparação) e Michel Bastos.

Na linha de frente o comandante treinou várias situações de jogo. Com  destaque para uma maior movimentação dos atletas do setor “É uma característica dos nossos atletas. Marlone já vinha jogando pelo lado esquerdo e o Rafael Marques joga como um segundo atacante. Rogério joga por dentro, joga na direita, joga na esquerda. Michel faz um meia. Então eles têm essa liberdade (de mudar de posição durante o jogo) de acordo com o desgaste de cada um”, comentou Claudinei Oliveira.

PRESSÃO

Para o treinador do Leão, o fato do adversário ter mudado o local do jogo como forma de pressionar os atletas do Sport não deverá ser levado para o lado da hostilidade. “Estávamos treinando para jogar na Arena. Montamos uma equipe mais técnica para aproveitar a condição do gramado. Espero que o gramado do PV esteja em boas condições. E que essa mudança do local do jogo seja por conta da pressão da torcida e não para que se crie um ambiente hostil. Que seja um caldeirão dentro da normalidade, mas não podemos escolher local de jogo, condição de gramado ou horário. Temos que ir lá e buscar trazer um bom resultado”, comentou.

 

ADVERSÁRIO

O fato do Ceará não estar conquistando os resultados necessários não ilude Claudinei Oliveira. O treinador sabe da qualidade do adversário e não tem dúvidas que jogo será um dos mais difíceis do Leão nesta temporada. “Assisti a alguns jogos do Ceará e desde a época do Marcelo (Chamusca) eles não vinha apresentando um futebol ruim, eles vinham fazendo bons jogos. Eles fizeram um bom jogo na Copa do Nordeste empatando com o Bahia na Fonte Nova. Os resultados não vêm acontecendo e espero que não aconteça contra nós”.