O Sport inicia mais uma caminhada em busca do troféu de campeão Sul-Americano de hóquei nesta terça-feira (14). O Campeonato que reúne 12 equipes da América do Sul será realizado no Clube Internacional de Regatas, em Santos, no litoral paulista, entre os dias 13 e 18 de agosto. A equipe rubro-negra foi campeã do torneio em 2012 e, depois de conquistar o Brasileiro de 2018, foca em trazer um novo título de peso para a Ilha do Retiro.

Leia Mais: Esportes Olímpicos e Amadores têm primeiro semestre vencedor

Leia Mais: Sport tem medalhistas em regional de tênis de mesa

A estreia do Leão é nesta terça-feira (14), às 15h, contra a equipe do Concepción, da Argentina, atual campeão Panamericano – competição realizada no Recife, ano passado, onde a equipe leonina ficou em terceiro lugar. Além de Sport e Concepción, o San Lorenzo completa o Grupo D e é o adversário dos rubro-negros na quarta-feira (15), às 16h.

“É um grupo difícil. Temos duas equipes da Argentina, o atual campeão Pan-americano Concepción e o San Lorenzo que é a equipe que a gente enfrentou e venceu na final do Sul-Americano de 2012, em Buenos Aires. Nosso primeiro e, por enquanto, único título de campeão Sul-Americano. Vai ser um reencontro da finalíssima de 2012”, disse Bruno Matos, técnico e atleta do hóquei do Sport.

O Leão chega reforçado e experiente para o Sul-Americano. “Este ano a gente conta com dois reforços argentinos , além de Didi, um atleta que tem experiência e que vimos no Brasileiro como destaque da Portuguesa. É mais um para somar força com a gente e nos ajudar a representar bem o Sport e o Brasil”, disse Bruno Matos.

O elenco rubro-negro é formado pelos goleiros Lelo e David, os médios Didi e Bruno Matos, os defensores Arthur Galloro e Graco Mesel e os atacantes Laércio, Rivaldo Bananinha, Juan Moyano e Gonzalo Uñac.