Um dos representantes de Pernambuco na Taça Brasil Sub-17, que acontece de 7 a 13 de abril, no Ginásio do Santos Dumont, no Recife, o Sport segue na reta final de preparação mirando o título da competição. O Leão está no Grupo A e vai estrear contra o Marroia-TO, no domingo (7). O grupo conta ainda com Madureira-RJ, São José-SC e o Cadet/URV-RN.

Com muita expectativa sobre a competição, considerada a mais importante do ano, a equipe treina com foco no título do campeonato. Apesar da pouca idade, o elenco rubro-negro é formado por atletas que já disputaram a competição em outras categorias. “Os jogadores já têm uma bagagem de Taça Brasil. Jogaram no mínimo uma, então, eles têm quilometragem. Por isso, estou confiante numa boa resposta e no modelo de jogo que temos”, afirmou o técnico Vanildo Neto (foto).

Na fase classificatória, o Leão vai enfrentar além do Marroia-TO, no dia 7 de abril, às 20h, o Cadet/URV-RN, no dia 8, e o São José-SC, no dia 9. Na quarta rodada, a equipe folga e volta a atuar diante do Madureira, no dia 11, fechando a primeira fase da competição.

“É um grupo complicado. O time de Tocantins a gente não conhece. Procuramos informações sobre o Cadet, mas eles estreiam contra a gente e nem iremos vê-los em quadra antes. Porém, é um time bom no um contra um e o treinador é um amigo meu, que faz um trabalho legal. O terceiro jogo é diante do São José, de Santa Catarina, onde a escola é muito boa, de força e obediência tática. E, por fim, o Madureira que hoje na base é um dos nossos maiores confrontos. Só passa o primeiro colocado do grupo e o segundo melhor por índice técnico das chaves. É muito difícil, mas confiamos nos meninos”, analisou o treinador.

De acordo com o regulamento da Taça Brasil Sub-17, a primeira fase é formada por três grupos e apenas os líderes avançam para as semifinais, além do melhor segundo colocado. Os dois jogos decisivos do mata-mata estão marcados para o dia 12 de abril, já a final acontece no dia 13. Todos os jogos vão acontecer no Ginásio Santos Dumont.
Sobre o favoritismo e a expectativa de um título nacional para o Leão, o técnico Vanildo Neto se mostrou confiante, porém, cauteloso: “Por ser uma Taça Brasil aqui e o Sport ser de Pernambuco, somos um dos favoritos. Não podemos fugir disso porque o Estado tem uma base forte, mas isso não é certeza de resultado. É preciso trabalhar bem para chegar forte mentalmente. Tenho muita confiança nos meninos, porém, há outras equipes que chegam forte como o ABC Paulista-PE, Madureira, São José, Praia Clube-MG, o Limoeirense-CE e o Clube dos Oficiais da Polícia Militar do Pará. Tem muita gente boa. É um campeonato de tiro curto e uma semana boa pode fazer a diferença”, finalizou o técnico.