Jogando neste sábado (30) pela semifinal do Campeonato Pernambucano no Ademir Cunha, o Sport abriu vantagem no primeiro jogo e venceu o Santa Cruz por 2 a 0, em partida que teve o mando de campo do rival. Superior em todas as fases do duelo, o Maior do Nordeste chegou ao importante placar com gols do centroavante Porto e do ponta Caíque. A vantagem de dois gols concede maior tranquilidade, mas não diminui o foco no jogo de volta, próxima quarta (3), na Ilha do Retiro. O Leão joga pelo empate e ‘pode’ até perder por um tento de diferença.

Mesmo com mando do Santa Cruz, o Leão se impôs completamente desde o começo do duelo. Dentro da primeira parte, os Leões da Base empilharam finalizações e viram o goleiro do adversário se destacar. Defensivamente, o sistema defensivo rubro-negro seguia o fluxo do resto do time e controlou bem, não deixando que o goleiro Paulo Victor tivesse grandes problemas.

Após o intervalo, onde o empate já decretava uma injustiça no marcador, o Leão começou a ter maior tranquilidade no terço final. Depois de lançamento cruzado do lateral Diego, o centroavante Porto matou no peito em uma bola difícil, e completou o lance de cabeça, no cantinho do arqueiro. Gol plasticamente muito bonito, que deixou o Sport enfim na frente.

A vantagem adquirida não inibiu o time, que continuou atacando para aumentar e conseguiu, pouco mais tarde, através de Caíque. Jogador de velocidade que voltou a equipe após período no Departamento Médico, ele arrastou na ponta esquerda e soltou um tiro seco para matar completamente o clássico e deixar o Maior do Nordeste com ótima vantagem nos primeiros 90 minutos das semifinais.