Leão da Base, o lateral-direito Lima foi mais uma convocado para a seleção brasileira sub-17. O anúncio da CBF foi feito no início da noite desta quarta-feira (09) e visa mais um período preparatório de olho na Copa do Mundo da categoria, previsto para o fim deste ano, na Indonésia. O atleta rubro-negro apresenta-se na Granja Comary, no Rio de Janeiro, no dia 22 de agosto, com treinos até 4 de setembro.

Esta, aliás, é a segunda convocação de Lima para representar o Brasil. No início de junho, ele havia sido chamado também para representar a canarinho em dois amistosos contra o México, onde inclusive marcou um gol. Na ocasião, o volante Dedezinho também foi chamado, após visita do técnico da seleção sub-17, Phelipe Leal, que esteve no CT.

“Muito feliz por ter sido convocado de novo, é uma honra para mim representar o meu país. Quando fui chamado pela primeira vez procurei dar o máximo para poder voltar e, repito, é motivo de muito orgulho defender o Brasil. Agradeço ao Sport, às comissões técnicas, aos meus companheiros, pela confiança e dia a dia. É também uma mostra que o trabalho que tenho feito aqui, com todo esse suporte, está no caminho certo”, celebrou o lateral-direito.

Neste ano, Lima foi campeão do Coffee Tournament, em Minas Gerais, e ajudou o Leão em mais uma grande campanha da Copa do Brasil, onde o Clube chegou nas semifinais – ambos os torneios são sub-17. Apesar da idade, o lateral também passou a integrar e atuar na equipe sub-20, que atualmente se prepara para a Copa do Brasil.

Histórico de Lima no Clube

Lima chegou ao Leão em 2021, após ser observado atuando no projeto Meninos da Paraíba, quando chamou a atenção na disputa da Taça Brasil de Futsal, no Pará.

A partir daí, o atleta foi captado pelo Sport para fazer parte do futsal, mas rapidamente se destacou e migrou para o campo. Ainda no primeiro ano de Clube, Lima foi campeão pelo Sub-15 no Estadual e no Aldeia Cup.

Em 2022, por sua vez, o atleta conquistou o Estadual Sub-17 e também fez parte do elencou semifinalista da Copa do Brasil. Lima, aliás, já possui vínculo profissional, cuja validade vai até 2025.